sábado, 4 de fevereiro de 2012

Ora desvie-se que estou cheio de pressa!!

- Deixem passar, deixem passar!
Que estou cheio de pressa!!
Vou para ali, porque ali é que se está bem!
- Deixem passar!
Já não quero estar aqui, afaste-se por favor, tenho o tempo a contar!
- Saia da frente se não se importa!
- Quer retirar os seus pertences do meu caminho!
Eu tenho um objetivo, e você está a impedir que o alcance!
- Se não se desvia eu empurro!
Ahhh, está a ver que não foi preciso empurrar!
É aquele lugar que eu quero.
Mas está ocupado...
Digo "bom dia", ou vou direto ao assunto?
Não há tempo a perder!
Cara feia, olhar decidido!
- Olhe! importa-se de me dar o seu lugar?
- Como?
- Eu quero o seu lugar!
Não sai?
Então eu mesmo faço que saia daì, porque eu quero estar aì no seu lugar!
Viu como saiu!!!
Agora vou desfrutar, sento-me aqui, aqui mesmo...
- Afinal nem se está aqui bem, quero é voltar para onde estava!
Olhe!!
- Importa-se de sair da frente!
Quero voltar para onde estava!
Ah isso aì em baixo é o seu pé!?! Devia ter mais cuidado onde mete os pés!
-Desculpe!!!
-Como?
-Não estou a perceber!
Ooops!!
-Isso é novamente o seu pé?
-Não vê que estou com pressa?
-Estou com muita pressa!
-Deixe espaço, quero voltar para ali, ou seria para outro lado!! Bolas perdi-me!!
E assim se passa a vida...

8 comentários:

  1. A pressa de se chegar, onde não se quer estar... "Estou bem, aonde não estou"

    ResponderEliminar
  2. Ora hoje vinha aqui perguntar se, depois do que li no último post, não íamos mais ter "mecânico do paladar".
    Não foi preciso.
    E gostei do li.
    Para além de verdadeiro... Muito bom.
    Como sempre.

    ResponderEliminar
  3. Bom texto! "Porque eu só quero ir, onde não vou..."

    ResponderEliminar
  4. BOM DIA
    Vim parar aqui por acaso, mas ainda bem.
    Há muito que não lia palavras que gostava que "fossem escritas por mim"

    OBRIGADA

    ResponderEliminar